Nova Cidadania
Liberdade e Responsabilidade Pessoal
Patrocinios
SEGUE-NOS EM:

Image


Crise Económica e Financeira

 

CICLO DE PALESTRAS  O Futuro da UE Olhares de Capitais Europeias

Os recentes anos de crise económica e financeira vêm demonstrando como o bem estar e o futuro dos portugueses está dependente do que se passa no mundo além fronteiras.

António Costa Lobo · Lívia Franco · Manuela Franco
O Futuro da União Eurpeia Olhares de Embaixadores Portugueses em Capitais Europeias

Universidade Católica. Editora

por Manuela Franco Manuela Franco

Directora do Instituto Diplomático do Ministério dos Negócios Estrangeiros

Com as mudanças radicais no ambiente económico, político e estratégico global, a projectarem impactos potencialmente devastadores na segurança e prosperidade das próximas décadas, a Diplomacia tem revelado grande eficácia no que toca a provocar e obter mudanças no comportamento de outros actores internacionais em áreas relevantes para o apoio dos objectivos da política externa.

Este é pois um momento que exige fomentar a análise da política externa, reflectir sobre temas críticos, como sejam as alianças, as políticas de defesa e segurança nacional, a visão sobre a UE, assim como definir e arranjar instrumentos necessários para fazer face aos desafios das mudanças em curso no sistema internacional. E aqui, importa privilegiar a relação com a Academia, fomentando a aproximação e compreensão mútuas, tão mais necessárias em democracia quanto, vista a familiaridade com que as pessoas lidam com a política interna, a política externa aparece, frequentemente, ou como supérflua ou como remota, no mínimo algo diferente, exigindo ferramentas próprias para ser compreendida e gerida com competência. É neste espírito que o Instituto Diplomático do Ministério dos Negócios Estrangeiros tem procurado contribuir para o debate publico sobre a acção externa de Portugal e a múltiplas formas de garantir a prossecução dos interesses nacionais.

O ciclo de conferências sobre O Futuro da UE: Olhares de Capitais Europeias que o Instituto de Estudos Políticos agora dá a estampa é justamente um modo de prosseguir essa reflexão. Aqui, um conjunto de Embaixadores de Portugal partilham, com um publico alargado, as suas reflexões sobre este período de incerteza critica nas politicas europeias, cumprindo uma das principais tarefas de um enviado diplomático, a tarefa subtil e incerta de aviso oportuno de tendências adversas.

Comentários (0)Add Comment

Escreva o seu Comentário
É necessário autenticar-se para enviar comentários.

busy
 
© 2019 Nova Cidadania
Powered by Angulo Sólido.